Bursite do Ombro Orientações Médicas / Ortopedia  

O que é a bursite do ombro?

A junção de dois ou mais ossos recebe o nome de articulação. A articulação do ombro é composta pelo úmero, escápula e clavícula.

Ao lado da articulação do ombro, protegendo os tendões, temos uma bolsa sinovial repleta de fluido que atua como um amortecedor entre os tendões, os ossos e a pele.

A bursite é a inflamação desta bolsa, que pode provocar dor no ombro.



Como ocorre ?

Por movimentos repetitivos.

Freqüentemente, acontece em esportes que exijam movimentos do braço por sobre a cabeça, tais como natação, tênis e arremesso. Também é comum, em atividades como carpintaria e pintura.


Quais são os sintomas ?

Dor na parte externa ou na frente do ombro, quando o braço for elevado sobre a cabeça. Pode apresentar pequeno edema e calor.


Como é diagnosticada ?

O médico confirmará os sintomas e examinará o ombro.


Como é tratada ?

O tratamento pode incluir:

• Compressas de gelo sobre o ombro, por 20 a 30 minutos, a cada 3 a 4 horas, por 2 a 3 dias ou até que a dor passe,

• Antiinflamatórios,

• Injeção de medicamentos para reduzir o edema e a dor,

• Fisioterapia e exercícios, para ajudar na recuperação.


Quando retornar ao esporte ou à atividade ?

O objetivo da reabilitação é que o retorno ao esporte ou à atividade aconteça o mais rápido e seguramente possível. Ao retornar muito cedo, existe sempre o risco de piorar a lesão, o que provocaria um dano permanente, ao paciente.

Como cada caso é um caso e cada pessoa tem uma recuperação diferente da outra, o retorno ao esporte ou à atividade será determinado quando:

• o ombro lesionado estiver com total amplitude de movimento, sem dor;

• o ombro lesionado tiver recuperado força normal, comparado ao ombro são.

Em esportes de arremesso, aos poucos, reconstruir a tolerância a ele. Isso significa que deve-se começar com lançamentos gentis (mais leves e fracos) e gradualmente, aumentar
a força.

Em esportes de contato, o ombro não poderá estar sensível ao toque e o treino deverá
evoluir do contato mínimo, até o mais intenso.


Como previnir a bursite do ombro ?

Aquecer e alongar o ombro adequadamente, antes de atividades como arremesso, tênis e natação.

Caso o ombro comece a doer durante tais atividades, é importante desacelerar, até que a dor passe.


Exercícios de Reabilitação Para a Bursite do Ombro:

*** Atenção, cuidado ! Sempre faça os seus exercícios acompanhado por um profissional

Você pode realizar imediatamente todos esses exercícios:




1 - Amplitude de Movimento Escapular:

Em pé, levar os ombros para cima, comprimir as escápulas, uma de encontro à outra. Depois, empurrá-las para baixo como se estivesse colocando as mãos nos bolsos de trás da calça.

Manter por 5 segundos, relaxar e repetir 10 vezes.

2 - Exercícios Com Bastão:

A) Flexão do Ombro:

Em pé, segurar um bastão com as mãos, com as palmas para baixo.  Levar os braços esticados até a cabeça.  Manter por 5 segundos, relaxar e repetir 10 vezes.


B) Rotação Externa: 

Em decúbito dorsal, segurar um bastão com ambas as mãos, palmas para cima.   Os braços devem ficar apoiados no chão, ao lado do corpo e os cotovelos flexionados a  90º.  Com o braço são empurrar o braço lesionado e afastá-lo do corpo.  Os cotovelos devem ficar imóveis.  Manter por 5 segundos e repetir 10 vezes.


C) Extensão do Ombro:

Em pé, segurar o bastão com as mãos atrás de seu corpo, afastá-lo das costas. Manter  por 5 segundos, relaxar e repetir 10 vezes.





3 - Isométricos:

A) Rotação Externa:

Em pé, de frente para uma porta aberta, com o cotovelo dobrado a 90º e com o dorso da mão encostado no batente. Aplicar força contra o batente. Manter por 5 segundos, relaxar e repetir 10 vezes.


B) Rotação Interna:

Em pé, de frente para uma porta aberta, com o cotovelo dobrado a 90º e com a palma da mão encostada no batente da porta. Aplicar força contra o batente.
Manter por 5 segundos, relaxar e repetir 10 vezes.




4 - Exercício de Rotação Externa Com a Faixa Terapêutica (Thera Band):

Em pé e com a mão do lado lesionado em repouso sobre o abdômen, segurar a faixa que deve se encontrar presa a uma maçaneta de porta, do lado oposto ao braço lesionado e puxá-la rodando o braço para fora e afastando a mão da cintura, sem desencostar o cotovelo do corpo.

O cotovelo deve estar dobrado a 90º e o antebraço, paralelo ao chão.

Repetir 10 vezes e evoluir para 3 séries de 10.

5 - Exercício de Supraespinhoso:

Em pé, braços descansados na lateral do corpo e polegares apontados para o chão, inclinar levemente o tronco para frente e levantar os braços lateralmente.

Conservar os cotovelos (braços) estendidos.

Levar as mãos até a altura do ombro. Manter por 10 segundos, descansar e repetir 10 vezes.

Gradualmente, adicionar carga ao exercício, segurando pesos com as mãos para aumentar o fortalecimento.


 



Imprima este artigo





 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br