Meniscectomia Artroscopica Orientações Médicas / Ortopedia  

O que é a meniscectomia artroscopica ?

É o procedimento pelo qual o médico usa um artroscópio e outros instrumentos para remover ou reparar todo ou parte do menisco danificado. O menisco é um pedaço de tecido elástico, que fica entre os ossos da articulação do joelho. Um artroscópio é um tubo com uma luz na ponta que projeta a imagem do interior da articulação em um monitor de televisão, e tem aproximadamente o mesmo diâmetro de um lápis.


Como se preparar para uma meniscectomia artroscópica?

Planejar os cuidados e a recuperação do pós-operatório, especialmente em casos de anestesia geral. Procurar tempo para descansar e pessoas para ajudar nas atividades do dia-a-dia.

Seguir as instruções que o médico passar. Não comer ou beber nada após a meia-noite nem na manhã antes da cirurgia.


O que acontece durante o procedimento?

Será ministrada uma anestesia geral, regional ou local. A anestesia geral relaxa os músculos e a pessoa dorme. Tanto a anestesia local quanto a regional tiram totalmente a sensibilidade de parte do corpo, enquanto o paciente permanece acordado. Todos os três tipos de anestesia devem evitar a dor durante a cirurgia.

O médico, então, irá inserir o artroscópio e um ou dois instrumentos na articulação do joelho através de pequenas incisões. Um fluído será injetado dentro do joelho para expandir a articulação, com o intuito de aumentar a visibilidade das estruturas.


O médico examinará o joelho para verificar se há danos. Ele reparará uma ruptura na cartilagem ou raspará a cartilagem do joelho removendo pedaços dela. O médico removerá o artroscópio e os instrumentos e fechará as pequenas aberturas com pontos.


O que pode acontecer após a cirurgia?

Normalmente o paciente vai para casa no mesmo dia e deve manter a perna elevada. Nos primeiros dias, é importante que o paciente descanse e para retornar às atividades normais é preciso que o médico autorize.

Após a artroscopia o paciente deve:

• Usar muletas por um ou dois dias ou até que o médico autorize andar sem elas,

• Manter a perna elevada, com o pé mais alto que o joelho e o joelho mais alto que o quadril,

• Colocar compressas de gelo por 8 minutos, seguidos de 3 minutos de pausa. Esse ciclo deve ser repetido por até minutos, 3 a 4 vezes ao dia e até que os sintomas desapareçam,

• Dobrar o joelho assim que os sintomas diminuírem,

• Trocar as ataduras após 4 dias e cobrir com gaze e band-aid,

• Usar a tala, se o médico recomendar.



Quais são os benefícios do procedimento?

A artroscopia trata o joelho sem que haja necessidade de realizar uma cirurgia com incisões maiores.

A recuperação após a artroscopia é mais rápida.



Quais os riscos associados ao procedimento?

• Riscos da anestesia.

• Podem ocorrer danos aos vasos sanguíneos e aos nervos ao redor do joelho, que pode levar a insensibilidade, fraqueza na região da perna que fica abaixo do joelho.

• Existe o risco de trombose venosa profunda, condição na qual o sangue forma coágulos dentro de uma veia.

• Risco de infecção e de sangramento.



Quando chamar o médico?

Deve-se chamar o médico se:

• Houver muita secreção no local dos pontos.

• Houver alguma dor diferente.

• O joelho travar.

• Houver febre.

• Aparecer sintomas de trombose venosa profunda.

• Houver sinais de infecção.


 



Imprima este artigo





 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br