Tendinite do Bíceps Orientações Médicas / Ortopedia  

O que é a tendinite do bíceps?

Os tendões são tecidos conectivos nas extremidades dos músculos, que unem estes aos ossos. O músculo bíceps está localizado na parte da frente do braço, tem 3 tendões, um deles fica na extremidade inferior e liga-se ao cotovelo e os outros dois se inserem em locais diferentes do ombro.

A tendinite do bíceps ou biciptal é uma inflamação no tendão que provoca dor na parte da frente do ombro.



Como ocorre?

Ocorre por excesso de uso e movimentos repetitivos do braço e do ombro ou através de uma lesão direta no tendão.



Quais são os sintomas?

Dor ao mover o braço ou o ombro, especialmente ao levantar o braço acima do ombro e na palpação da região anterior do ombro.



Como é diagnosticada?

O médico examinará o braço e o ombro à procura de áreas doloridas ao longo do músculo e do tendão do bíceps.



Como é tratada?

O tratamento pode incluir:

• Aplicação de compressas de gelo sobre o local por 8 minutos, parando por 3 minutos, repetindo essa seqüência até completar um ciclo total de 30 minutos, 3 ou 4 dias ou até que a dor desapareça.

• Uso de medicamento antiinflamatório.

• Aplicação de uma injeção de cortisona, para ajudar a reduzir a inflamação e a dor.

• Realizar exercícios de reabilitação.


Quando retornar ao esporte ou à atividade?

O objetivo da reabilitação é que o retorno do paciente ao esporte ou à atividade aconteça o mais breve e seguramente possível. O retorno precoce poderá agravar a lesão, o que pode levar a um dano permanente.

Todos se recuperam de lesões em velocidades diferentes e, por isso, para retornar ao esporte ou à atividade, não existe um tempo exato, mas quanto antes o médico for consultado, melhor.

O retorno ao esporte acontecerá, seguramente, quando:

• O ombro lesionado possuir total amplitude de movimento, sem sentir dor.

• O ombro lesionado tiver recuperado força normal, comparado ao ombro não-lesionado.

Em esportes de arremesso, o retorno deve ser gradual, para adquirir tolerância ao arremesso. Isso significa começar com lançamentos gentis e gradualmente arremessar
com mais força.

Em esportes de contato, o ombro não poderá estar sensível ao toque e o contato deverá progredir do mínimo ao mais severo.

Como evitá-la?

A melhor maneira de preveni-la é aquecendo e alongando corretamente o braço e o ombro
antes de realizar esportes ou diariamente, aqueles que trabalham fazendo movimentos repetitivos com o braço ou carregando muito peso.


Exercícios de reabilitação da tendinite do bíceps:

*** Atenção, cuidado ! Sempre faça os seus exercícios acompanhado por um profissional








1 - Amplitude de Movimento Ativo do Cotovelo:

Em pé, dobrar o cotovelo do braço comprometido e elevar a mão.

Com a palma para cima, de encontro ao ombro.

Lentamente retornar à posição inicial e estender o braço.

Repetir 10 vezes.

 





2 - Amplitude de Movimento do Antebraço:

Com o cotovelo de lado, dobrado a 90º, girar devagar a mão para cima e manter por 5 segundos; depois, devagar, girar a mão para baixo e manter por 5 segundos.

Fazer 3 séries de 10 repetições.

É importante manter o cotovelo a 90º durante todo o exercício.


 






3 - Enrolamento do Bíceps (Fortalecimento):

Em pé, segurando um peso, dobrar o cotovelo do braço comprometido e elevar a mão.

Com a palma para cima, de encontro ao ombro.

Lentamente retornar à posição inicial e estender o braço.

Repetir 10 vezes.






4 - Pronação e Supinação:

Substituir o martelo da figura por uma régua, segurando- a com o cotovelo dobrado a 90º, fazer o movimento de rotação, primeiro com a palma da mão para cima e depois para baixo.

Fazer 3 séries de 10 repetições de cada exercício.






5 - Tríceps (Fortalecimento):

Deitar de costas, com os braço lesionado esticado, apontando a mão para o teto. 

A outra mão deve segurar o cotovelo do lado comprometido.

Dobrar o cotovelo lesionado para trás, fazendo com que a mão desse braço apóie-se sobre o ombro e assim seu cotovelo fique apontando para o teto. 

Estender o braço fazendo com que a mão fique apontando para o teto. 

Repetir 10 vezes.  Colocar peso gradualmente.








6 - Flexão do Ombro (Fortalecimento):

Em pé com o braço lesionado ao lado do corpo, eleve o braço anteriormente, mantendo o cotovelo estendido.

Manter por 5 segundos e repetir 10 vezes.

 



Imprima este artigo







 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br