Osteoporose Orientações Médicas / Ortopedia  

O que é e como funciona o osso?

O osso é um tecido vivo e uma estrutura rígida na parte mais externa, sendo menos densa na região central. Os minerais (principalmente o cálcio) entram e saem constantemente dele, remodelando-o o tempo todo. É formado por 3 tipos de células:

• Os Osteoblastos, responsáveis pela formação óssea;
• Os Osteclastos, encarregados da reabsorção óssea,ou seja, da destruição do osso;
• Os Osteócitos, células adultas.

Nas crianças, os osteoblastos produzem mais osso do que os osteoclastos destróem. Nos adultos jovens, as duas células alcançam um equilíbrio entre elas, não havendo nem ganho nem perda de massa óssea. Na fase adulta, a reabsorção é ligeiramente maior que a formação, diminuindo lentamente a massa e a densidade óssea; esse desequilíbrio pode ser intensificado por alguns fatores, causando a osteoporose.


O que é a Osteoporose?

Osteoporose significa “osso poroso” e é caracterizado pela perda de massa progressiva; atinge principalmente, idosos do sexo feminino. É mais comum nas mulheres por terem ossos naturalmente menos densos, o que é agravado na menopausa, quando a perda de massa óssea ocorre de maneira mais intensa e rápida, causada pela alteração hormonal.


2
A - osso normal      /      B - osso de um paciente com osteoporose


A doença não apresenta sintomas ou desconforto, até que aconteça alguma queda, seguida de fratura ou o contrário. O diagnóstico deve ser precoce, para que o tratamento seja rapidamente iniciado, evitando complicações como fraturas - colo de fêmur, punhos e vértebras - e deformidades. É comum ver o achatamento e o encurvamento da coluna, diminuindo a altura do indivíduo:


1

Qual a causa da osteoporose?

Todas as causas da doença ainda não são conhecidas, mas ela é influenciada pelos seguintes fatores:

• Idade;
• Diminuição do Estrógeno na menopausa;
• Homens com níveis de Testosterona abaixo do normal;
• Sedentarismo;
• Tabagismo, café ou álcool em excesso;
• Fatores genéticos;
• Raça branca ou amarela;
• Dieta pobre em cálcio e rica em gorduras e proteínas;
• Uso de esteróides;
• Problemas na tireóide.


Como é diagnosticada?

O diagnóstico é realizado através do Raio X da coluna, que indica a rarefação dos ossos e da densitometria óssea, que quantifica o grau da doença. Nenhum deles provoca dor ao paciente.


Como é tratada?

O tratamento varia de caso para caso, de acordo com os fatores de risco apresentados pelo paciente. O tratamento precoce traz melhores resultados. Alguns dos tratamentos utilizados são:

• Reposição de Cálcio;

• Reposição hormonal;

• Calcitominas e Biofosfonatos – inibem a ação das células que destroem a massa óssea; somente o medico poderá indicar o uso;

• Exercício físico.

Além do tratamento, existem algumas orientações a serem observadas:

• Seguir a dieta recomendada pelo médico responsável, que deve ser rica em ingestão de cálcio;

• Tomar sol, nos horários indicados pelo médico (das 8 às 10 da manhã e após as 4 horas da tarde);

• Para dormir, utilizar colchões firmes;

• Tomar cuidado com as quedas;

• Evitar ou diminuir o tabagismo e a ingestão de café e/ou álcool.

A osteoporose não pode ser evitada, mas o seu aparecimento pode ser retardado e sua progressão desacelerada, através da prevenção, do diagnóstico e do tratamento precoce.


Quais os exercícios são indicados para o tratamento e a prevensão da osteoporose ?

*** Atenção, cuidado ! Sempre faça os seus exercícios acompanhado por um profissional

O programa de exercício deve ter caminhadas, de 3 a 5 vezes/semana, por 30 minutos e exercícios de fortalecimento e alongamento, de frente para um espelho.

O programa de fortalecimento e alongamento tem ênfase em quadril e pernas, pois são as articulações que suportam o peso do corpo.

Os exercícios devem ser constantes, pois aumentam a deposição de cálcio nos ossos.

A flexão, a extensão e as rotações da coluna devem ser evitadas.

I - PARTE: Alongamentos





1 - Alongamento dos Isquiotibiais:

Começar colocando o calcanhar de uma perna sobre um banco de, aproximadamente, 40 cm de altura.  Inclinar o tronco para frente, sem enrolar a coluna, até sentir um leve alongar na parte posterior da coxa.

Manter por 30/60 segundos e repetir 3 vezes.






2 - Alongamento em Pé da Panturrilha:

Ficar de pé, com os braços estendidos para frente e as mãos espalmadas e apoiadas em uma parede na altura do peito.

A perna do lado lesionado deve estar, aproximadamente, 40 cm atrás da perna do lado são.

Manter o lado lesionado estendido, com o calcanhar no chão, e inclinar-se contra a parede.

Flexionar o joelho da frente até sentir o alongamento da parte de trás do músculo da panturrilha, do lado lesionado.

Manter essa posição de 30 a 60 segundos e repetir 3 vezes.






3 - Alongamento do Quadríceps:

Em pé, de cabeça erguida, manter o lado são do seu corpo junto a uma parede e apoiar a mão contra ela. Com a outra mão, segurar o tornozelo da perna lesionada e levar o calcanhar para cima, em direção à nádega. 

Não enrolar ou girar as costas.  Repetir 3 vezes.



II -PARTE: Fortalecimento:








1 - Elevação Anterior do Ombro:

Elevar os dois braços para frente - 3X10










2 - Elevação Lateral dos Ombros:

Elevar os dois braços lateralmente, com as palmas das mãos para baixo, até a altura do ombro - 3X10;










3 - Bíceps Alternado:

Com os braços encostados no tronco, flexionar os cotovelos intercaladamente - 3X10;






4 - Flexo-extensão do Punho:

Dobrar e esticar os punhos - 3X10;






5 - Abrir e Fechar as Mãos:

3x10;


6 - Agachamento:

Com o tronco encostado em uma parede e os pés afastados, cerca de 10 cm, entre si e da parede, agachar lenta e moderadamente, manter 10 segundos e levantar;




Em pé com as mãos apoiadas:






7 - Flexão de Quadril:

Levar o joelho no sentido do tórax e voltar - 3X10;






8 - Elevação Lateral de Pernas:

Elevar  uma das pernas lateralmente, afastando-a da outra e voltar- 3X10;






9 - Elevação Posterior de Pernas:

Levar o pé para trás, dobrando o joelho e voltar- 3X10;

10 - Fortalecimento de Tríceps Sural:

Ficar nas pontas dos pés, manter 10 segundos e relaxar. 

Repetir 5 vezes

 



Imprima este artigo







 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 1299
contato@clinicadeckers.com.br