Tenossinovite (Tendinite) de Quervain Orientações Médicas / Ortopedia  

No punho, há tendões diversos, responsáveis pela extensão e flexão dos dedos e do próprio punho. Estes são mantidos em seus leitos por bainhas, que formam túneis por onde ocorre a excursão dos tendões durante os movimentos.

A tendinite (ou tenossinovite) de De Quervain é o espassamento da bainha que contém os tendões abdutor longo (AL) e extensor curto (EC) do polegar, os quais são responsáveis pelo movimento de extensão e afastamento deste dedo.

1

Este espaçamento ocorre no punho, podendo causar dor local, edema e limitação dos movimentos. É mais comum em mulheres de meia idade, sendo associado a movimentos repetitivos.


Diagnóstico:

O exame físico em geral é suficiente para o diagnóstico, havendo testes específicos para elucidar o diagnóstico, mas a ultrassonografia (USG) e a ressonância magnética (RM) podem ser úteis para a confirmação.


Tratamento:

O tratamento inicial envolve o uso de antinflamatórios e imobilização. Fisioterapia local também é uma opção inicial. Caso não haja melhora, existe a opção de infiltração da bainha com corticóide. O tratamento cirúrgico deve ser considerado caso não haja melhroa após infiltração. O tratamento cirúrgico envolve a abertura da bainha para a liberação dos tendões.

2

 

 



Imprima este artigo






 
 
 
Clínica Deckers
Av. Europa, 887 - Jd. Europa - São Paulo / SP
Tel.: (11) 3065 129
contato@clinicadeckers.com.br